Noite das Facas Longas

Capítulo V: As Terras Sombrias

Baixa Umbra, 11/02/1933

Voltando do ataque à casa de Karl Haben (onde Hans Schmitt morreu), o grupo de jogadores se abriga inicialmente no Consulado da Bulgária.

De lá, Béla Bártok envia uma carta de volta a Maxwell Ldescu contando da situação em Berlim, da morte de Simeon e da Sociedade de Thule. Em seguida, os jogadores vão ao caern de Grünewald buscar orientação sobre a morte de Schmitt, que era procurado pelo garou Selim “Olhos-Velhos”. Selim diz que Schmitt era procurado por toda sua tribo (os Peregrinos Silenciosos) por ter violado um lugar sagrado da tribo e roubado um antigo pergaminho, o Pergaminho de al-Amin. Selim diz que os Peregrinos no momento são a tribo mais preocupada com o crescimento do nazismo, pois estão observando de primeira mão como os mortos inquietos assassinados nas fronteiras se acumulam nos portões das Terras Baixas. Cumprindo a promessa que fez aos jogadores de acompanhar-los aos portões da Necrópole para buscar o espírito de Simeon e/ou Schmitt, Selim dá início ao ritual de ferir a mortalha e entrar nas Terras Baixas.

Ao atravessarem, se encontram com um espírito que há dias acompanha Selim: o Doutor Nichola, pego no ataque à Universidade e sacrificado ritualmente por um ser poderoso e desconhecido. Nichola tem vagado sem rumo pelas Terras Baixas, sem saber quem o enviou para lá e com qual motivo; a situação é proposital, dado que o doutor era um vampiro e não deveria se transformar naturalmente em um espírito inquieto.

necr_pole.jpg

Nas Terras Baixas, um desfiladeiro de terra seca dá visão a um enorme rio de águas escuras, cujas margens apinhadas de almas penadas servem de docas para a travessia rumo à Necrópole do outro lado. O serviço de travessia é oferecido por uns poucos barqueiros, e há muito mais almas chegando do que atravessando o rio; o clima é de caos e desorganização, e a sensação é de que se as almas continuarem chegando nesse ritmo, não haverá mais lugar nas margens e as massas serão empurradas rio adentro. Em alguns trechos das margens existem filas gigantescas para conseguir pegar a barca, e em outros há completa confusão e os mortos se digladiam pelo direito de atravessar o rio. Tentando em vão organizar a massa ensandencida existem soldados a cavalo (os Legionários) e alguns mais poderosos montados sobre criaturas aladas (os Ceifadores). Os jogadores descem o barranco para a margem e se infiltram na multidão, sendo claramente percebidos como “vivos” e não pertencentes àquele lugar. Imediatamente um grupo de soldados se organiza para expulsá-los, e um Ceifador voando sobre um dragonete ataca: não é ninguém menos do que Hans Schmitt, desfigurado de ódio e buscando vingança contra Liam, seu assassino. Nádia, em forma invisível, avista Simeon entrando na barca para a Necrópole e tenta se comunicar com ele. Com a boca costurada e vigiado de perto pelo poderoso Barqueiro, o velho rabino suicida consegue rabiscar o nome do bairro onde está localizado o Golem: Mitte, no centro de Berlim. Nichola tenta interceptar a barca com seu poder de Salto mas erra o alvo e cai dentro do Rio da Tormenta. Os jogadores se organizam para salvá-lo: Béla distrai os Legionários e Liam domina o dragonete para resgatar voando o pobre espírito do Doutor. De posse de alguma informação e com um novo velho aliado das tumbas, os jogadores fogem das Terras Sombrias.

Comments

gbianezzi gbianezzi

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.